.


30 de dezembro de 2013

>A Anatel e as operadoras riem da nossa cara.

O Brasil é um país excelente, o que falta mesmo é o respeito dos prestadores de serviços com os consumidores, (aqui no caso, operadora de telefonia celular, a Vivo), que de vivo só tem nome.

Há algum tempo aderi ao plano de INTERNET no valor de R$ 9,90 por mês. Tenho feito recargas regulares,  ocorre que não importa o valor, mínimo ou maximo, exigido pela empresa. Utilizo raramente, tenho wi-fi, uso de vez em quando o acesso oferecido pele referida operadora, assim mesmo meus créditos têm sido consumidos, mesmo eu não os utilizando para ligações.  

A última recarga feita foi em 24/12/2013, sem fazer nenhuma ligação consta saldo de apenas R$ 1,19. Recebi torpedos da operadora informando que estão descontando R$ 0,99 dos meus créditos a fim de aumentar a velocidade. Sem o meu  consentimento, sem adesão.

Tentei de várias maneiras entrarem em contato com a empresa através dos canais informados nenhum funciona a contento, em *8486, você liga e ficamos a ouvir as propostas da empresa, quando conseguimos acessar um ser vivente, este ao que tudo indica, ‘desliga’ na nossa cara.

Não contente, tentamos entrar em contato com a Ouvidoria da empresa, olha o que encontramos lá, a maldita “musiquinha” que ouvimos antes, aí começamos a falar: na primeira tentativa com a Lília, depois com a Simone e por ultimo com o Ivo. Uma ligação pra cada um, e por incrível que possa parecer, todas as ligações “cai”. Aparecer uma gravação dizendo para avaliarmos o atendimento.

Mas não para por aí. Resolvemos então entrar em contato com o ultimo recurso que achamos que vai funcionar, isso, dentro do horário estipulado, de atendimento, a Anatel, damos com a “porta na cara”, ninguém atende, vamos reclamar com quem? Estamos no Brasil, aqui  é Anatel e as operadoras dando risadas na nossa cara. 

*Quem concorda, compartilha!!

25 de dezembro de 2013

>Ele é o Rei...

O Natal não é mencionado nenhuma vez nas Escrituras. Todos os anos, em todo mundo, algumas pessoas guardam o dia  escolhido pelos homens para comemorar o nascimento de Jesus. Algumas pessoas o guarda como um dia santo especial, enquanto muitas outras fizeram dele um tempo de comercialização, de interesses egoístas. As modernas comemorações do Natal têm pouco a ver com os fatos da Bíblia.

A Bíblia não revela a data do nascimento de Cristo, nem mesmo o número de magos que o visitaram em Belém. As escrituras não autorizam uma comemoração especial na igreja, nem um dia santo para comemorar o nascimento de Jesus. Evidentemente, a Bíblia não dá aprovação ao materialismo egoísta, tão comum nessa época do ano.

Mas Jesus nasceu, e por um motivo muito bom. Ele veio para salvar-nos do pecado (1 Timóteo 2:56). Ele é o Rei, não só dos judeus, mas de todos os homens (Mateus 28:18-20). Sua grande vitoria veio, não com seu nascimento, mas com sua morte e ressurreição. Esta é a vitoria que o faz nosso Redentor, digno de honra e adoração (Apocalipse 5:8-14).

Hoje, precisamos imitar os magos, que procuraram tão esforçadamente encontrar Jesus. Não podemos nos contentar com as crenças tradicionais, as doutrinas humanas, ou os dogmas das igrejas. Temos que examinar as Escrituras (Atos 17:11). Temos que aceitar o que é certo e rejeitar o que é errado (1 Tessalonicenses 5:21-22). Temos que estar certos de que Jesus veio a esta terra uma vez, e que ele voltará para chamar-nos ao julgamento (Atos 17:30-31; 2 Coríntios 5:9-10).


Na época do Natal, quando muitas pessoas mostra uma religião superficial e falam sobre um Jesus desconhecido para elas, nós devemos lembrar que é possível ser cristãos, seguidores de Jesus. Não devemos ensinar ou defender doutrinas de homens. Temos que simplesmente seguir a Jesus e encorajar outros a fazer a mesma coisa. Que possamos adorar a Cristo de acordo com a vontade dele!

21 de dezembro de 2013

>Todo ano é a mesma coisa, grande parte das pessoas vê o natal...

Oi pessoal! O Natal está chegando e aproveito para lhes desejar que seja excelente para todos, mas tenho consciência que, na verdade, não é bem assim. Muitos vão se empanturrar enquanto outros nada têm o que comer, em um país que desperdiça toneladas de alimentos.  Todo ano é a mesma coisa, grande parte das pessoas vê o natal como uma mera data para o consumismo se esquecendo na verdade é que a data deveria ser um momento de reflexão.  Mas parece que vocês não estão gostando muito do que ando escrevendo ultimamente. Não é verdade? Mas o que posso fazer. Nada!  Nem sempre agradamos todo mundo e, se agradássemos alguma coisa estaria errada.

Aproveita, esse momento, e dê uma olhadinha só por curiosidade - o que andei escrevendo durante todo esse tempo - e indique para os amigos, até como um ato de: não vou dizer vingança porque não vingamos dos amigos. Amigos como disse Milton Nascimento, carregamos do lado esquerdo do peito.  Indique para seu amigo, mais como um desafio. Será que vou ter de parar de escrever?

 Ah não! Não é verdade, esqueci que já estou escrevendo neste espaço desde 12 de outubro de 2008, mas na verdade, não somente aqui,  lá também onde iniciei em 13 de outubro de 2007, com esta postagem: Pena alternativa.  Antes, porém já escrevia no Blog do Jota, onde publiquei minha primeira postagem em 28 de junho de 2006, lembro-me até hoje. Como se vê, já venho a algum tempo verbalizando palavras mesmo assim eu não pretendo parar agora! O verdadeiro "aniversariante" faltou à festa de muitos neste natal.

Entra nestas páginas e solta o verbo, não tem problema se for crítica, acho até bom, quero contar com sua opinião e sugestão. Ah! Queria tanto poder contar com sua colaboração no desenvolvimento de novas ideias para enriquecer um pouco mais meus conhecimentos. Vocês como eu, somos aprendizes eternos nesse mundo maluco. Ou somos nós os malucos do mundo? Malucos ou não, vamos sobrevivendo, muitas vezes nos indignando outras achando graça de muitas coisas.

Feliz Natal a todos os leitores e visitantes!!!!

(a)  J Araújo 

18 de dezembro de 2013

>Imagens chocantes

Isso é o que está acontecendo no Estado do Maranhão, governado por Roseana Sarney.




Todas as imagens aqui foram retiradas da web.

Minha opinião.

14 de dezembro de 2013

> Se você já foi multado, saiba seus direitos

Multa por avançar sinal de transito nunca se sabe quando podemos precisar dessas informações!

Você já levou multa pó avançar sinal vermelho? Se já levou e foi fotografado, provavelmente foi enganado pelo órgão de transito emitente da infração. Se nunca foi, um dia será enganado também. Não acredita? Então veja o que lhe espera:

Você sabia que na multa, além de aparecer o seu veiculo, a foto tem que mostrar também o sinal vermelho aceso e o seu carro sobre a faixa de pedestres ou, na falta da inexistência da faixa, o seu veiculo deve aparecer além da faixa de retenção?
Não sabia né? Então se liga nessa dica!

A lei determina que a imagem detectada pelo sistema automático não metrológico de fiscalização (pardal ou indique que você está além de onde deveria estar) a responsabilidade de pintar as faixas é deles, mas eles não pintam. Só se preocupam em cobrar multas;

- Ou, pior ainda, na maior roubalheira institucionalizada, eles fotografam o seu veiculo em um pardal de velocidade (R$ 127,69) e utilizam essa imagem como se você estivesse avançando um sinal vermelho (R$ 574,62). Você leva sete pontos na carteira, em vez de 5, e eles passam a mão no seu dinheiro como se estivessem na maior legalidade.

Fazendo a continha dá pra entender fácil, fácil, porque eles não mostram tudo. R$ 574,62 é quatro vezes e meia os R$ 127,69. Mesmo que alguns poucos condutores entre com recurso e ganhe, os que não recorrem pagam trocentas vezes mais do que órgãos de transito deixa de receber dos mais esclarecidos.
Percebeu porque não mostrarem tudo na foto?

Resumindo:

As infrações que não contiver todas as exigências da lei não tem qualquer validade, sendo facilmente invalidadas se o cidadão entrar com recurso argumentando que o auto de infração, por não conter (colocar as informações que faltam), está em desacordo com o parágrafo 4º da Resolução 165/2004 do CONTRAN e Artigo 6º, da Portaria 16/2004 do DENATRAN.

Chega de pagar sem saber dos direitos a que temos e eles não dizem. Passe a conhecer os seus direitos e entre com recursos sempre que se sentir lesado. Envie e-mail para o DENATRAN (denatran@cidades.gov.br) se o seu órgão de transito utiliza a pratica de emitir autos de infração incompletos, duvidosos e caça-níqueis. 

Mas, principalmente divulgue essas informações ao maximo de pessoas que você conhece. A prática tem mostrado que correntes do bem na internet trazem resultados positivos. Encaminhe esta postagem para seu circulo de amigos.
Um dia William Shakespeare disse:

“Feliz aquele que transfere o que sabe, e aprende o que ensina”.
Multa por avançar sinal de transito nunca se sabe quando podemos precisar dessas informações!

Você já levou multa pó avançar sinal vermelho? Se já levou e foi fotografado, provavelmente foi enganado pelo órgão de transito emitente da infração. Se nunca foi, um dia será enganado também. Não acredita? Então veja o que lhe espera:

Você sabia que na multa, além de aparecer o seu veiculo, a foto tem que mostrar também o sinal vermelho aceso e o seu carro sobre a faixa de pedestres ou, na falta da inexistência da faixa, o seu veiculo deve aparecer além da faixa de retenção?
Não sabia né? Então se liga nessa dica!

A lei determina que a imagem detectada pelo sistema automático não metrológico de fiscalização (pardal ou indique que você está além de onde deveria estar) a responsabilidade de pintar as faixas é deles, mas eles não pintam. Só se preocupam em cobrar multas;

- Ou, pior ainda, na maior roubalheira institucionalizada, eles fotografam o seu veiculo em um pardal de velocidade (R$ 127,69) e utilizam essa imagem como se você estivesse avançando um sinal vermelho (R$ 574,62). Você leva sete pontos na carteira, em vez de 5, e eles passam a mão no seu dinheiro como se estivessem na maior legalidade.

Fazendo a continha dá pra entender fácil, fácil, porque eles não mostram tudo. R$ 574,62 é quatro vezes e meia os R$ 127,69. Mesmo que alguns poucos condutores entre com recurso e ganhe, os que não recorrem pagam trocentas vezes mais do que órgãos de transito deixa de receber dos mais esclarecidos.
Percebeu porque não mostrarem tudo na foto?

Resumindo:

As infrações que não contiver todas as exigências da lei não tem qualquer validade, sendo facilmente invalidadas se o cidadão entrar com recurso argumentando que o auto de infração, por não conter (colocar as informações que faltam), está em desacordo com o parágrafo 4º da Resolução 165/2004 do CONTRAN e Artigo 6º, da Portaria 16/2004 do DENATRAN.

Chega de pagar sem saber dos direitos a que temos e eles não nos dizem. Passe a conhecer os seus direitos e entre com recursos sempre que se sentir lesado. Envie e-mail para o DENATRAN (denatran@cidades.gov.br) se o seu órgão de transito utiliza a pratica de emitir autos de infração incompletos, duvidosos e caça-níquéis

Mas, principalmente divulgue essas informações ao maximo de pessoas que você conhece. A prática tem mostrado que correntes do bem na internet trazem resultados positivos. Encaminhe esta postagem para seu circulo de amigos.

Um dia William Shakespeare disse:

Feliz aquele que transfere o que sabe, e aprende o que ensina”.

7 de dezembro de 2013

>A falta de higiene e a exploração das pessoas

Quem já não teve o desprazer de ver a sujeira que prolifera nas cidades, que atire a primeira pedra – de preferência em que joga lixo na rua ou em qualquer outro lugar que não seja o adequado – ela vem de todos os lados pelas mãos  de pessoas porcas, que me perdoe a espécie. Por onde quer que andemos vemos lixos jogados pelas ruas entupindo bueiros e muitas vezes ajudando a  provocar inundações onde poderia ser evitadas. Vemos de um simples papel de bala a sofás e colchões velhos descartados em terrenos baldios ou mesmo nos córregos ou rios que cortam as cidades.

Quantas vezes vimos cenas absurdas de pessoas descartando seus lixos – mesmo existindo coleta – sem dar a menor importância com a questão do meio ambiente em que vive. Isso ocorre não somente nas ruas, mas também nas estradas de todo o país. As concessionárias de rodovias retiram toneladas de detritos jogados pelas janelas dos carros pelos porcalhões de passagem pelos trechos percorridos.  Tudo isso é pago pelo consumidor que paga os pedágios existentes e nos preços já estão também embutidos as despesas com esse tipo de serviço. Fica meu repudio a essas pessoas que emporcalha os postes de energia e pontos de ônibus.

No caso dos postes e ponto de ônibus é mais pelo péssimo visual, não deixando de ser uma poluição visual. Tudo isso acontece nas ‘barbas’ do poder público que incompetente como é na fiscalização, acaba deixando a cidade nas mãos desses porcos. Volto a me desculpar com os porcos. A lei que regulamenta a propaganda nas ruas existe, mas não é cumprida. É aquela história, dizem que tem leis que não pegam, só existe no papel. E o povo brasileiro, a maioria infelizmente, não tem o hábito de cuidar do meio onde vive.

Nestes lugares podemos ver de tudo, de cartazes com  oferta de emprego à cartomante oferecendo seus serviços que promete resolver todos os problemas que você possa ter na vida. O que na verdade não passa de puro charlatanismo. São tão descaradas as mentiras, mesmo assim muitas pessoas incautas e desesperadas com problemas, principalmente, sentimentais acabam sendo as vítimas preferidas desses exploradores da boa fé alheia.

(       (a)    J Araújo

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...