.


22 de fevereiro de 2014

>Senado aprova pagamento de bolsa mensal de R$ 2.000,00 para garotas de programa.

“Senado aprova bolsa mensal de R$ 2.000 para garotas de programa Uma proposta polêmica, de autoria da senadora Maria Rita, do partido dos Trabalhadores, foi aprovada por maioria dos de votos”. Trata-se do pagamento de uma bolsa mensal no valor de R$ 2.000, para garotas de programa de todo o país. 

"O objetivo da bolsa é dar a essas mulheres a possibilidade de terem uma vida mais digna, pois o dinheiro deve ser prioritariamente utilizado com prevenção de doenças”, explicou a senadora. Segundo ela, o projeto tem interesse público, pois também tem o objetivo de disponibilizar PR clientela um serviço de melhor qualidade, já que as meninas poderão se cuidar melhor, pagar tratamentos estéticos, frequentar academias etc.

O projeto de lei vai ser submetido a sansão da Presidente Dilma Rousseff, e deve entrar em vigor até o início da copa de 2014. É isso aí pessoal. Enquanto um professor da rede privada tem um piso salarial de R$ 743,00, para formar cidadãos dignos uma prostituta ganha R$ 2.000 para rodar bolsinha com qualidade. Claro que a iniciativa do projeto só podia vir de um PETISTA mesmo não é?"

Tudo não passa de uma notícia falsa, nunca tramitou pelo Congresso Nacional um projeto de lei dessa natureza. Uma análise mais profunda foi publicada no Observatório da Imprensa, que considera “a credulidade inocente de boa parte da população usuária das mídias sociais é um risco e um problema que ainda não foi suficientemente abordado pela imprensa”, isso é o que avalia o autor Sergio da Motta e Albuquerque. Ele aponta ainda os interesses políticos que poderiam estar por trás desses boatos espalhados pela internet.

Precisamos ser leitores mais críticos e atentos e, não ir acreditando em tudo que lemos ou ouvimos, principalmente nos dias atuais em que vivemos em um mundo globalizado, as notícias, principalmente as más se espalham como rastilho de pólvora.  Infelizmente, a maioria das pessoas mesmo plugados na internet não se dá ao trabalho de pesquisar primeiro nos sites oficiai se tais propostas são mesmo verdadeiras ou não antes de sair por aí falando o que na verdade não existe.

Se todos os que  leram a notícia tivesse pesquisado, a veracidade ou não da mesma, ia perceber que tudo não passava de uma armação. Vou dar algumas dicas se a história girar em torno de leis existentes ou projetos de leis apresentado:

*Primeiro passo, veja se o nome do autor da proposta existe no poder legislativo nas esferas federal, estadual ou municipal;

*Anote o número do projeto de Lei 0000/0000, e com ele em mãos pesquise nos sites oficiais;
*Em ultimo caso entre em contato com o autor da proposta e pergunte sobre tal projeto.


Pode ver que no caso em questão, o autor da falsa notícia em nenhum momento cita o número do projeto de lei. Por isso cuidado, só é enrolado nesse sentido quem quer ser.

Exemplo: Lei que obriga Dilma ser chamada de "presidenta". 
Falsa ou verdadeira?


(a)       J Araújo 

16 de fevereiro de 2014

>Pena de quem não vai ler por preguiça

Um médico entrou no hospital com pressa depois de ser chamado para uma cirurgia de emergência. Ele respondeu ao chamado o mais rápido possível, mudou de roupas e foi diretamente para o bloco cirúrgico. Ele encontrou o pai do menino indo e vindo à sala de espera do médico. Depois de vê-lo, o pai gritou:

- Porque você tomou esse tempo para vir, não sabia que a vida de meu filho está em perigo... Você não tem senso de responsabilidade?  
O médico sorriu e disse: 
- Desculpe, eu estava no hospital e eu vim o mais rápido que pude depois de receber a chamada... E agora, eu gostaria que você acalme-se, para que eu possa fazer o meu trabalho.

- Me acalmar? E se fosse seu filho quem estivesse nesta sala agora, você estaria calo? Se seu filho fosse agora o que estivesse morrendo? Disse o pai irritado. 

O médico sorriu novamente e respondeu:
- Eu vou dizer o que disse Jó na Bíblia, “Do pó viemos e ao pó voltaremos bendito seja o nome de Deus”.
- Os médicos não podem prolongar a vida. Vou interceder por seu filho, vamos fazer todo o possível pela graça de Deus.

- Dar conselhos quando não estamos em situação difícil é tão fácil. Murmurou o pai. 

A cirurgia levou algumas horas, depois que o médico saiu e disse:
- Graças a Deus! Seu filho está salvo! E sem esperar uma resposta do pai, com muita pressa, olha para o relógio e foge. Ao mesmo tempo em que sai disse voltou a dizer:
- Se tiver alguma dúvida, pergunte a enfermeira. 

O pai do paciente disse:
- Porque é tão arrogante? Não podia esperar mais alguns minutos para eu pedir mais informações sobre o meu filho. E a enfermeira, cheia de lágrimas escorrendo pelo seu rosto se aproximou dele e começou a dizer:

- O filho do Doutor morreu ontem em um acidente na estrada, ele estava no cemitério quando foi chamado para realizar a cirurgia do seu filho. E agora, que ele salvou a vida do seu filho, ele correu para terminar o sepultamento do filho dele.


Não julgue as pessoas, você não sabe qual é a realidade delas... Nunca julgue ninguém, porque você nunca sabe nada sobre a vida dessa pessoa e o que está acontecendo na vida delas... Se você leu esta mensagem, clique em compartilhar e em sua rede social preferida, para que outras pessoas possam vê-la e refletir sobre isso.
* não sei o autor

12 de fevereiro de 2014

>Quem participa de forma pacífica não ganha nada

A informação dada pelo advogado, Jonas Tadeu, que defende o acusado de ter jogado o rojão que matou o cinegrafista da Rede bandeirante de Televisão, Santiago Andrade, na ultima quinta-feira, e foi preso esta madrugada em Fera de Santana (BA), é muito grave. O mesmo revelou que jovens são aliciados por políticos para participarem dos atos de protesto. O advogado, disse ainda, que Caio, por exemplo, ganhava R$ 150 em cada manifestação que participava.

Segundo ele, “os jovens que participam das manifestações de forma pacifica não ganham nada por isso”, afirmou o advogado. O mesmo não deu nome aos aliciadores, mas pediu para a imprensa fazer uma devassa nos diretórios regionais dos partidos políticos e investigar deputados e vereadores, não somente no Rio de Janeiro, mas também em São Paulo e outras capitais. O acusado teve a cara de pau de dizer, quando perguntado, que não sabia que aquilo era um rojão. Poupe minha inteligência!

Isso já era de se esperar. Em toda parte que a população ordeira sai às ruas para reivindicar alguma coisa, lá também estão eles quebrando tudo e promovendo baderna além de provocar as forças de segurança, que acuada acaba confrontando os mesmos. É nessa hora que aparece os políticos em defesa dos chamados Black blocks, dessa maneira aparece na mídia como defensores da democracia.

Depois dessa informação, o que precisa são, deputados e senadores sérios, comprometidos com a verdadeira democracia solicitar a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), para investigar até onde vai essa ramificação dessa praga que se tornou os baderneiros infiltrados em meio ao povo pacifico que sai para ser ouvido pelos nossos governantes.

Ou no mínimo a Policia Federal começar a investigar tais informações. O que não pode são pessoas inocentes, como o repórter cinematográfico, Santiago Andrade, morrer no cumprimento do seu dever que era informar. Aguardamos a atitude que será tomada pelo governo federal.

(a)   J Araújo

8 de fevereiro de 2014

>Mais uma vez tentaram colocar a culpa na polícia

Um dos muitos vândalos fez mais uma vitima e desta vez foi o repórter cinematográfico, Santiago Ilídio Andrade, da Rede Bandeirante que registrava uma manifestação que iniciou pacificamente para protestar contra o aumento da passagem do transporte coletivo.

Segundo consta tudo começou quando os Blake blocks incitaram outras pessoas e começaram o quebra-quebra. Na verdade não passam de baderneiros que sente o gosto de destruir bens públicos e privados por onde passa.

Varias entidades de classes repudiaram a agressão sofrida pelo repórter, com certeza, todo povo brasileiro também repudia tal atitude cometido por um individuo usando lenço para encobrir o rosto. Lembro-me que nas manifestações ocorridas em entre julho e setembro do ano passado houve uma tentativa de proibir o uso de mascaras em manifestações, e se não engano também, a maioria dessas mesmas entidades foi contra.

No Rio de janeiro mesmo houve uma tentativa de proibir o uso de mascaras, o projeto de lei n° 2405/2013, apresentado pelos deputados estaduais do PMDB Paulo Melo e Domingos Brasão, que proíbe a utilização de mascaras ou itens que cubram o rosto durante manifestações, houve muita reação contrária.

Ocorre que em todas as manifestações ocorridas no ano passado em todo Brasil eles sempre estavam lá com seus rostos cobertos promovendo depredações e provocando as forças de segurança. Sou a favor de uma lei federal tratando do assunto. Quem sai de casa para protestar de verdade não esconde o rosto, assim como o verdadeiro torcedor que sai de casa,com certeza, não vai sair armado para ir aos estádios de futebol. 

Mais uma vez tentaram colocar a culpa na Policia Militar, que de imediato teve que usar a mídia para se defender. É mais fácil colocar a culpa na polícia, que agora, alem de ter que se defender dos bandidos do morro enfrentar os bandidos do asfalto que são esses tais de Blake blocks. É hora de repensar o Brasil. 

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...