.


31 de dezembro de 2015

>Um ano para quebrar barreiras

Amigos, mesmo não conhecendo a todos pessoalmente, tenho o maior carinho por cada um que passam por aqui. E mais ainda àqueles que deixam um comentário, seja criticando ou elogiando, todos são bem vindos ao meu humilde espaço que durante todo esse tempo administrei com muito carinho. Desejo a todos muito saúde, paz e felicidade.

Não importa quantas pessoas tenha na fila para me abraçar e desejar para que eu tenha um Feliz Ano Novo. Não importa que o seu abraço tenha sido o ultimo. Guardarei, sim comigo, como o ultimo de muitos que no futuro seja lembrado em primeiro lugar. Até porque tem um velho ditado que diz: “os últimos serão os primeiros”.

Que a paz possa estar sempre presente no meu, no seu, em nossos corações, não somente no ano que ora se inicia, mas sim em todos os momentos de nossas vidas.

Que o ano de 2016 seja o mais próspero de todos; porque o Criador de todas as coisas não quer nos ver tristes. E para que possamos brilhar, com certeza, estaremos sempre precisando dos raios da luz divina sobre nossas cabeças.

E somente Deus em sua infinita bondade pode estar nos abençoando em cada momento. Por que para triunfar precisamos DELE para segurar em nossas mãos e nos guiar em seu caminho de luz.

Que foi um ano difícil isso todos nós não temos dúvida nenhuma. Esperamos melhores dias no próximo ano de:

FELIZ 2016!!

(a) J Araújo

26 de dezembro de 2015

>Um osso chamado Brasil

Tinha um grande osso. E vários cães sentido o cheiro, procurava de onde vinha. Ah, pra chegar nesse osso precisava do aval da população que tinha sobre o seu poder a coleira que os prendiam. Uma fêmea dos cães que fazia parte da matilha, muito esperta, começou a latir apoiada pelo cão-mor que naquele momento tomava conta do osso. Mesmo assim precisava agradar aqueles que segurava a coleira. E não é que conseguiu convencer. Com isso impôs a sua vontade. Sabendo que o osso ainda tinha muita carne a maioria dos outros cães começou a apoiar a ideia. Um dia também podia roer daquele osso.

Estamos passando por um momento difícil, tanto econômico quanto político, o país está afundando a cada dia que passa, e os governantes (i) responsáveis não quer largar esse osso chamado Brasil. A todo o momento é descoberta mais uma falcatrua dos nossos políticos. Quando ocorre de alguém sair quem está substituindo também tem um passado nebuloso.

A Polícia Federal nunca trabalhou tanto, colocando essa corja atrás das grades.  Apesar dos pesares, vejamos os aspectos positivos: - pela primeira vez na historia do país estamos passando a limpo o Brasil a limpo nos livrando dos corruptos (principais), presidentes, ex-presidente, deputados, senadores, etc. precisamos aplaudir o lado positivo de tudo isso. A operação “Lava Jato” nos expôs a podridão por trás do poder. E isso nos dá esperança de saber que um dia pode melhorar. Nenhuma mal dura para sempre.

Estamos vemos que o Brasil está nas mãos de uma “quadrilha” qualificada, mesmo assim aos poucos estão sendo desvendados os segredos aos menos atentos sobre as coisas que acontece ao seu redor. Os porcos, os cães e todos os demais mamíferos deixam rastros por onde passam. Agora precisam os caçadores (diga-se, Policia Feral) montar as arapucas para prendê-los mesmo que não seja de uma só vez. 

Tanto se fala em falta de verba pra isso e para aquilo enquanto milhões e milhões de dólares são desviados para contas particulares dos nossos políticos. É tanto dinheiro que dificilmente ouvimos falar em R$. Eles falam em 5 milhões de dólares como se estivessem falando de 5 mil reais. Enquanto isso a saúde, a educação, a segurança no país está um verdadeiro caos. Perdemos toda nossa esperança nesses homens.  Vamos colocar nossa esperança em Deus.
(a)  J Araújo 

25 de dezembro de 2015

>ENFOC Bauru

Aqui os momentos de descontração do Encontro Nacional de Famílias e Obreiros Cristãos (ENFOC) 2016), em Bauru, SP

Foram momentos maravilhosos que passamos em comunhão com irmãos de várias localidades. Enquanto o mundo pulava carnaval, estávamos aprendendo mais da Palavra de Deus.

18 de dezembro de 2015

>Refletindo sobre o Salmo 23

No momento em que a humanidade passa por grandes turbulências e o noticiário nos deixa cada vez mais desanimados com as falcatruas que o homem apronta em quase tudo que põe a mão.  No Brasil não é diferente, estamos vivendo momentos de incertezas onde cada um defende-se como pode. Preferi deixar o assunto política de lado e focar  no Salmo 23.

O Salmo 23 é um dos mais conhecidos da Bíblia. Logo no primeiro versículo, temos lá, *“O Senhor é meu pastor, nada me faltará”.* No versículo dois... "Faz-me  repousar e me conduz a águas tranquilas". Que maravilha! No terceiro versículo diz..."restaura o vigor e me guia nas veredas da justiça". No versículo quatro diz que:  "mesmo que eu andar no vale de trevas e morte o teu cajado e tua vara me protegem". 

No versículo cinco disse que "O Senhor prepara um banquete a vista dos meus inimigos". E finalmente no versículo seis; “Sei que a bondade e a fidelidade me acompanharão por todos os dias da minha vida”. Quanta hipocrisia daqueles que acham que tendo o Senhor como pastor nada irá lhe faltar. Aquele que julga ser o Senhor o seu pastor será que está fazendo por merecer? Se ele é seu pastor, o que você tem feito por Ele? Supondo que todo servo deve ser submisso ao seu Senhor. O servo como a própria palavra indica significa pessoa de serviço, ou escravo, isso mesmo! Escravo.

A partir do momento que escolho o Senhor para ser o meu pastor, devo seguir os ensinamentos desse Senhor.  E esse Senhor aqui é Deus, é dele que estamos falando. Em primeiro lugar, colocar a vontade de Deus e não a minha. Se ele é seu pastor, você deve se colocar no lugar da ovelha e não querer escolher o pasto. E, a verdadeira ovelha conhece e obedece ao seu pastor, conhece até a sua voz e não desvia do caminho daquele que a pastoreia.

O mundo está cheio de sofrimentos e pessoas derrotadas por não conhecer; tem muitos que ouve a palavra, mas não guarda a mensagem.  Tem muitos que conhecem a palavra de Deus, porém insiste em não andar nos caminhos do Senhor; querem trilhar seu próprio caminho; com certeza, se não mudar vai continuar na derrota. Está escrito, não é da vontade de Deus que ninguém sofra.

"Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. (Romanos 12:2) aquele que se amoldar com as coisas desse mundo não está agindo de acordo com a palavra de Deus. E o povo que segue a Deus se torna forte e realiza proezas saindo sempre vencedores.  

A bondade e a misericórdia hão de seguir aqueles que se colocarem como verdadeiras ovelhas. Obedecendo a Palavra de Deus transmitida pelo seu filho Jesus Cristo,  habitaremos um dia na casa do Senhor. “Não se perturbe o coração de vocês”. Creiam em Deus; creiam também em mim. Na casa de meu Pai há muitos aposentos; se não fosse assim, eu lhes teria dito. Vou preparar-lhes lugar. E se eu for e lhes preparar lugar, voltarei e os levarei para mim, para que vocês estejam onde eu estiver. João 14:1-3)

Não seja egoísta em querer Deus só pra você, fale do seu amor para todas as pessoas, mostrando que Ele enviou seu único filho Jesus Cristo para morrer na  cruz  para salvação de todo aquele que nele  crê e for batizado será salvo. (Marcos 16:16). Se você não buscou Deus ainda, está esperando o que? E pra isso, Jesus está pronto a receber a todos que o procura para ser seu elo com o Deus Pai. Ele disse: aquele que busca acha; aquele que bater a porta abrirá. O que você está esperando? Amanhã poderá ser tarde demais!

J Araújo

*baseado em Salmo 23


11 de dezembro de 2015

>Identidade perdida

Imagem: Arquivo pessoal
Estava lendo há algum tempo, um artigo,  em um jornal falando sobre pessoas que passam a vida perambulando pelas ruas dos grandes centros urbanos dormindo em baixo de pontes, viadutos e marquises de lojas. Também são vistos em praças públicas nas noites de verão.  São pessoas que foram esquecidas pela sociedade.  O jornal citava o exemplo de um senhor que havia falecido em novembro do ano passado às margens de um córrego de uma grande avenida da cidade.  Esse senhor desconhecido pelas autoridades após sua morte o cadáver foi recolhido e encaminhado para o necrotério municipal onde ficou a espera que alguém reclamasse seu desaparecimento, porém, passados seis meses não apareceu ninguém que se interessasse pelo mesmo.  

Foi sepultado como indigente devido à falta de documentação que provasse sua identidade. Não apareceu quem quer que seja, ficou sem amigos, sem família, na verdade, sem dignidade.  O caso desse senhor serve apenas para ilustrar bem a maioria dessas pessoas que perambulam pelas ruas, a maioria delas envolvidas com álcool e drogas na ilusão que essa atitude vai melhorar ou fazer com se esqueça o mundo em que viva. No cemitério, não havia quem chorasse sua falta, como acontece na maioria dos velórios e enterros de pessoas que arrastam dezenas, às vezes centenas de acompanhantes para uma despedida final.

No lugar onde deveria constar um nome, apenas a palavra desconhecido, aparece em uma cova rasa, sem flores e  mais nada que possa indicar que ali também tem repousado um ser humano que nasceu, viveu e morreu sem deixar nenhuma história escrita. Segundo os funcionários do local,  muitas vezes, são enterrados de uma só vez dezenas de pessoas que não havendo reclamação dos cadáveres acabam sendo levados a um local especifico para esse tipo de sepultamento. Assim como sua vida seus pertences também foram esquecidos e deixados em baixo da ponte onde morava; um colchonete, um cobertor desses mais barato e um pedaço de plástico que, provavelmente, o mesmo usava para se proteger do frio. Pessoas que morrem nas cidades sem identificação são enterradas em um minuto sem nenhum ritual e com a presença apenas dos coveiros. São sepultados sem oração ou despedida. Vivem e morrem como anônimos.  
(a) J araújo


4 de dezembro de 2015

>Autoridades tentam enganar o povo com segurança pública

Imagem da web
Tem se falado muito em segurança e Campinas e região não foge a regra. Os crimes estão pipocando em todos os lugares, periferia ou não, claro que as regiões periféricas são sempre as mais afetadas pela falta de um policiamento preventivo mais efetivo .  Segundo consta, hoje a cidade tem menos policiais do que tinha há vinte anos atrás.  A cidade foi palco de vários crimes que chamou a atenção do Brasil, e um deles foi a morte do prefeito Antonio da Costa Santos, o (Toninho) ocorrido em 11 de setembro de 2001, justamente no dia que ocorreu o maior ataque terrorista da história americana.

O crime onde a maior autoridade (o prefeito), foi a vítima  até hoje não foi esclarecido totalmente. A família já recorreu todas as instâncias governamentais e não conseguiu convencer as autoridades de Brasília que o crime tem motivação política.  Enquanto isso as autoridades locais colocaram a culpa na quadrilha de Wanderson Nilton de Paula Lima, (o Andinho) que até hoje se encontra preso por outros crimes em um presidio de segurança maxima no interior do Estado.

Falando em segurança pública, o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), anunciou e vem anunciando que irá criar, ou melhor, criou a Segunda Delegacia Seccional na cidade.  Foi inclusive motivo de propaganda eleitoral do partido na televisão. Só que para criar a referida delegacia resolveram desativar vários distritos policiais, os da  periferias da cidade é claro! O povo chiou e o governou voltou atrás deixando os mesmos do jeito que estava. O 3º DP (Distrito Policial), que fica no bairro Chapadão, região nobre da cidade não foi incluído na lista dos desativados qual será o critério e a explicação para isso.

A nova sede da seccional aqui vai ficar a 7, 9 km do DP que atende moradores do Ouro Verde. Delegacia integrará quatro distritos policiais que serão fechados em Campinas, o prédio está alugado para o Estado por um período de três anos.

"Fora das regiões do Campo Grande  e Ouro Verde – as principais da sua área de cobertura -, o prédio que sediará a Segunda Delegacia Seccional de Campinas (SP), no jardim Londres, ficará a 7,9 quilômetros do 9º Distrito Policial, delegacia que atualmente atende a estas regiões. O 9º DP é um dos quatro distritos que serão desativados e integrados à nova unidade.

A escolha também causará reflexos para quem usa transporte público. Em relação ao Terminal Ouro Verde, que recebe pelos menos 65 mil usuários, o 9° DP está localizado a 650 metros. A nova seccional ficará a 7,4 quilômetros da estação. Passado mais de um ano a Segunda Delegacia Seccional não tem seu quadro completo, falta pessoal e nada mais é que um plantão policial 24 horas. 

A maior distancia, de 11,2 quilômetros, será entre a seccional e o 8º DP, na Vila Padre Anchieta. Moradores que até então recorre ao 6º DP terão de andar no mínimo 4,3 quilômetros, enquanto o prédio do 11° DP, no Jardim Ipaussurama, está a 2 quilômetros da nova unidade de segurança". Se a bandidagem já dava as cartas em alguns lugares imagina quando a transferências dos distritos policiais se consolidarem. O governador Geraldo Alckmin (PSDB), acha que está fazendo uma grande coisa e, o pior, o prefeito Jonas Donizete, (PSB), também acha. 

Só a população não vê assim. Na verdade o povo dessa cidade está sendo enganado. Melhorar a segurança da cidade, o ideal seria criar a nova seccional, equipa-la com toda infraestrutura e claro, não fechando os distritos citados para criar a mesma, isto sim, seria tratar a segurança pública com seriedade e não brincar de faz de conta.

(a) J Araújo

27 de novembro de 2015

> Sistema BRT vai melhorar transporte público

Uma cena que provavelmente tem chamado atenção de muita gente é fato de a Prefeitura Municipal de Campinas, estar refazendo a arborização da Avenida John B. Dunlop, principalmente, entre a Vila Teixeira e o Jardim Londres.
Com certeza é uma iniciativa que merece elogios e não podia ser diferente, se não fosse pelo fato daquela importante avenida não estivesse no projeto de receber as obras tão  necessárias do (BRT) Bus Rapid Transit, que depois de implantado na cidade vai melhorar  muito o sistema de transporte público para a população. A prefeitura já tem uma verba garantida do governo federal no valor de R$ 340 milhões disponibiliza através do Ministério das Cidades.
A pergunta que fica é: como fazer uma obra de tamanha envergadura sem mexer naquele canteiro central sem prejudicar aquelas árvores que estão sendo plantadas? Para quem conhece a avenida sabe do que estou falando e dificilmente vê alternativa. Que bom será que não seja dinheiro público sendo despendido com um serviço que mais tarde precisa ser desfeito.

(a) J Araújo


20 de novembro de 2015

>OAB dá título póstumo a advogado de escravos

No final de 1840, com 10 anos de idade, Luiz Gama foi colocado à venda em Campinas depois de ter sido vendido pelo pai, em Salvador, para pagar dívidas de jogo. Mas ninguém comprou. Ficou, no mercado da última cidade do País a abolir a escravidão, como uma espécie de mercadoria encalhada. Era baiano, e escravos baianos tinham fama de rebeldes, de fujões. Gente assim não era boa para ter nas fazendas. O menino cresceu, construiu uma história extraordinária e tornou-se um rábula — conhecedor de leis que exerce a advocacia sem ser advogado. Sua história ganhará mais um capítulo na terça-feira. A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) lhe concederá, após 133 anos de sua morte, o título de advogado.

A homenagem ocorrerá em cerimônia na Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo, que preparou uma série de eventos em homenagem a Luiz Gama para discutir o seu legado, a escravidão e os direitos sociais, entre outros temas. Nesse evento, a OAB oficialmente irá inscrever em seus quadros o jurista, uma das grandes figuras do abolicionismo. Será a primeira vez na história da ordem que uma cerimônia assim ocorrerá.

Mesmo que tardia, é o reconhecimento a um negro liberto que se tornou libertador de negros — ele conseguiu alforriar, com recursos judiciais, mais de 500 escravos. Rábula, poeta, abolicionista, Gama tem sua história ligada a Campinas pela escravidão. Nascido livre, filho de mãe africana liberta e de pai português, acabou vendido em Salvador e levado ao Rio de Janeiro, ao traficante português chamado Vieria, que revendeu a “mercadoria” junto com um lote de cem escravos para o alferes Antônio Pereira Cardoso. Depois de chegar ao Porto de Santos, o menino e os outros negros do lote tiveram que vir a pé até Campinas.

Como mercadoria encalhada, acabou virando escravo doméstico na propriedade do alferes, em Lorena. Lá, aos 17 anos aprendeu a escrever. Alfabetizado, fugiu do cativeiro e se alistou na Força Pública da Província, graduando-se cabo. Ficou ali até 1854, quando, segundo consta em sua biografia, deu baixa por um incidente que ele classificou como “suposta insubordinação”, já que apenas se limitara a responder o insulto de um oficial que ele classificou como “suposta insubordinação”, já que apenas se limitara a responder o insulto de um oficial.

Gama tentou cursar direito no Largo São Francisco, na Universidade de São Paulo (USP), mas, por ser negro, enfrentou a hostilidade de professores e alunos. Mesmo assim, persistiu como ouvinte das aulas. Não concluiu o curso, mas o conhecimento adquirido permitiu que atuasse na defesa jurídica de negros escravos. Conseguiu provar sua condição de livre e se tornou um grande defensor da abolição. Conseguiu, via judicial, libertar muitos negros. Alguns textos falam em mais de mil libertos.

Destacou-se como jornalista e projetou-se na literatura em função de seus poemas, em que satirizava a aristocracia e os poderosos de seu tempo. Gama se autodenominava Orfeu da Carapina. É reconhecido como um dos grandes representantes da segunda geração do romantismo brasileiro. Em 1869, fundou com Rui Barbosa o jornal Radical Paulistano e em 1880 foi líder da Mocidade Abolicinista e Republicana. Ele ganhou notoriedade por defender que, ao matar seu senhor, o escravo agia em legítima defesa. Morreu em 24 de agosto de 1882 e está sepultado no Cemitério da Consolação, em São Paulo.
Escrito por:
Maria Teresa Costa/AAN


13 de novembro de 2015

>Não podemos dizer que a corrupção é endêmica

Diante de tantas falcatruas em nosso sistema político tem hora que deparamos com algumas noticias que nos deixam, pensativos, imaginando como seria bom se não tivesse tanta ganância pelo poder e pelo dinheiro. Poder, facilmente, podia até ser sinônimo de dinheiro,  dificilmente vamos  encontrar alguém  que tenha poder e não tenha dinheiro. Isso é notório e quase que uma regra. Temos visto isso tantas vezes que já passou a fazer parte do nosso dia a dia. A cada momento lemos nos jornais, revistas e assistindo pelos canais de TVs, pessoas corrompendo e sendo corrompidas e a maioria delas é agentes públicos que devia zelar da coisa pública. A mesma polícia que combate o crime tem em suas fileiras indivíduos corruptos e gananciosos.

Na justiça é a mesma coisa. Temos uma justiça que condena e a mesma justiça, muitas vezes injusta, que tem em seus quadros juízes que vendem a liberdade para aqueles que têm o poder do dinheiro. Não se cria vagas suficientes nas cadeias. Mas se cria e fortalece a cada dia uma cadeia de corrupção jamais vista no Brasil. A Polícia Federal (PF), nunca trabalhou tanto, e é uma das instituições menos corruptas,  tem combatido com afinco a corrupção no âmbito de sua competência. 

Hoje estava lendo uma entrevista com o Ministro da Justiça,  José Eduardo Cardozo, falando sobre a independência daquele órgão subordinado à sua pasta. É fato que seu partido, PT (Partido dos Trabalhadores), e que está no poder representado pela Presidente da República, Dilma Rousseff,  têm dezenas de membros suspeitos da, isto é, ela não ocorre somente no Brasil ocorre também em outros países, principalmente nos menos desenvolvidos.

O último dos casos de corrupção ocorreu na Petrobrás. Também ficou conhecido como petrolão ou  propinoduto. Tudo isso descoberto através da "Operação Lava Jato"e envolvimento em caso de corrupção. Não podemos dizer que a corrupção é endêmic, desencadeada pela Polícia Federal, tal operação foi dividida em varias fazes de acordo com as necessidades das investigações. Com o passar do tempo vai sendo colhida novas provas e novas pessoas também vai sendo envolvidas com várias ramificações até mesmo fora do Brasil. Nada mais justo e correto o Ministro da Justiça José Eduardo Cardozo não interferir mesmo nos trabalhos de investigação da Polícia Federal. A entrevista completa dada ao jornal  Folha de São Paulo, falando sobre o assunto e respondendo sobre sua relação com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.  ‘Lula tem todo direito de não gostar de mim’, diz ministro da Justiça. Caso queira, confira aqui.

(a) J Araújo

11 de novembro de 2015

>Mulher faz BO por “receber santo incompatível”.

Ela queria Oxum

Uma mulher registrou um boletim de ocorrência,  em Campinas, SP, contra um pai de santo que a teria enganado ao baixar um santo incompatível nela, durante um ritual. Segundo o BO, (boletim de ocorrência), a moça queria Oxum, mas o pai de santo teria baixado o orixá errado. Para fazer o trabalho, a mulher pagou R$ 8 mil e disse que só descobriu que foi enganada depois de ter passado mal e procurado outros pais de santo. O ritual teria ocorrido em agosto, mas o caso só foi registrado anteontem.

A princípio o pai de santo foi considerado como averiguado pela Polícia Civil, que abrirá inquérito. Segundo o BO, a jovem de 23 anos é da religião candomblé e procurou o religioso para "realizar o santo". No ritual a jovem raspou a cabeça. Após alguns dias, ela passou mal e teria percebido que havia recebido o orixá errado. Então procurou outro pai de santo, que falou que ela estava com energias negativas, pois o guia era incompatível ao que tinha pedido. 

 “Ninguém passa mal por conta de uma entidade. Talvez ela estivesse ansiosa.  A gente orienta as pessoas procurar orientações em locais confiáveis", explicou Pai Salum, da Federação de Umbanda e Candomblé do Estado. Salum disse que a federação recebe ligações de pessoas que se dizem enganadas e a orientação é fazer BO na polícia. O PROCON afirmou que o tipo de caso trata - se de charlatanismo. O órgão pode receber queixa, mas é necessário levar comprovante de pagamento. 
Fonte (AAN)

Hoje eu diria para ela procurar conhecer  Deus através do estudo da sua Palavra a Bíblia



6 de novembro de 2015

>Sabe quanto custa esse pacote?

Outro dia, entrei em um supermercado para comprar orégano e adquiri uma embalagem (saquinho) do produto, contendo 3 g, ao preço de R$ 1,99. Normalmente esse tipo de produto é vendido nos supermercados em embalagens que variam de 3 a 10 gramas.

Cheguei em casa e resolvi fazer os cálculos e constatei que estava pagando 
R$ 663,33 pelo kg do produto. Será que uma especiaria vale tudo isso? Agora, com mais este exemplo abaixo de produtos vendidos em pequenas porções, fico com a sensação que as indústrias se utilizam "espertamente" desse procedimento para desorientar o consumidor, que perde totalmente a percepção real do valor que está pagando pelos produtos.

Acho que todos os fabricantes e comerciantes deveriam ser obrigados por lei (mais
 uma?) a estamparem em locais visíveis, os valores em kg, em metro, em litro etc. de todas e quaisquer mercadorias com embalagens inferiores aos seus padrões de referências.

Entendo que todo consumidor tem o sagrado direito de ter a percepção correta e transparente do valor cobrado pelos fabricantes e comerciantes em seus produtos. VEJAM O ABSURDO: Você sabe o que custa quase 
R$ 13.575,00 o litro? Resposta: TINTA DE IMPRESSORA! VOCÊ JÁ TINHA FEITO O CÁLCULO? Veja o que estão fazendo conosco.

Já nos acostumamos aos roubos e furtos, e ninguém reclama mais. Há não muito tempo atrás, as impressoras eram caras e barulhentas. Com as impressoras a jatos de tinta, as impressoras matriciais domésticas foram descartadas, pois todos foram seduzidos pela qualidade, velocidade e facilidade das novas máquinas.


Aí, veio a "Grande Sacada" dos fabricantes: oferecer impressoras cada vez mais e mais baratas, e cartuchos cada vez mais e mais caros. Nos casos dos modelos mais baratos, o conjunto de cartuchos pode custar mais do que a própria impressora. Olhe só o cúmulo: pode acontecer de compensar mais trocar a impressora do que fazer a reposição de cartucho.

Uma HP DJ3845 é vendida, nas principais lojas, por aproximadamente R$170,00. A reposição dos dois cartuchos (10 ml o preto e 8 ml o colorido) fica em torno de R$ 130,00. Daí, você vende a sua impressora seminova, sem os cartuchos, por uns R$ 90,00 (para vender rápido). Junta mais R$ 80, 00, e compra uma nova impressora e com cartuchos originais de fábrica.

Os fabricantes fingem que nem é com eles; dizem que é caro por ser "tecnologia de ponta". Para piorar, de uns tempos para cá passaram a DIMINUIR a quantidade de tinta (mantendo o preço). Um cartucho HP, com míseros 10 ml de tinta, custa R$ 55,99. Isso dá R$ 5,59 por mililitro. Só para comparação, a Espumante Veuve Clicquot City Travelle custa, por mililitro, R$ 1,29

Só acrescentando: as impressoras HP 1410, HP J3680 e HP3920, que usam os cartuchos HP 21 e 22, estão vindo somente com 5 ml de tinta! A Lexmark vende um cartucho para a linha de impressoras X, o cartucho 26, com 5,5 ml de tinta colorida, por R$75,00.


Fazendo as contasR$ 75,00 ÷ 5.5ml = R$ 13,63 o ml. > R$ 13,63 X 1000 ml = R$ 13.636,00 Veja sóR$ 13.636,00, por um litro de tinta colorida. Com este valor, podemos comprar, aproximadamente: - 300 gramas de OURO; - 3 TVs de Plasma de 42’; - 1 UNO Mille 2003; - 45 impressoras que utilizam este cartucho; - 4 notebooks; - 8 Micros Intel com 256 MB. Ou seja, um assalto! 

Ficou indignado? Então, repasse este TEXTO adiante, pois os fabricantes alegam que o povo não reclama de nada. Tenho uma amiga do Blog, diz resolver nada a gente reclamar, mas prefiro continuar, nem vou Levitar em Brancas Nuvens dizer reclamando, mas apontando falhas. Quem sabe um dia. . .


(a) J Araújo

2 de novembro de 2015

>Céus sem palavras

Quando vi esse pôr do sol logo me veio à mente Céu e Palavras, este é o nome de um dos blogs de uma amiga virtual lá do Sul do País, a Chica. Hoje então, vou publicar estes céus em homenagem a ela. Chica, pra você!!

(a) J Araújo

30 de outubro de 2015

>Informação de extrema importância para prevenção do câncer

Diante da grande incidência de câncer da tireoide que vem atacando, principalmente as mulheres, achei por bem publicar este texto que minha esposa recebeu em um grupo do WHASTAPP e ficou surpresa com a informação que o mesmo trás. Segundo a informação, o perigo começa exatamente quando as mulheres vai fazer o exame para prevenção do câncer de mama. Assim começa o relato de uma telespectadora não especificado a data, apenas o dia da semana...

Na quarta-feira, o Dr. Varela, (ao que tudo indica deve ser Dr. Dráuzio Varella, médico oncologista, cientista e escritorfez um programa mostrando o porquê do câncer da tireoide estar se expandindo rapidamente entre as mulheres. Ele afirmou que possivelmente possa ser um resultado das radiografias dentárias e das mamografias. No avental que protege os radiologistas odontológicos, há uma pequena PESTANA que pode ser levantada e encostada ao pescoço (cobrindo a glândula tireoide).

Normalmente não é usada. Há também um PROTETOR de Tireoide para uso durante as mamografias... Mas é necessário pedi-lo ao radiologista. Agora vem o comentário. Ontem, coincidentemente, fui fazer uma mamografia e perguntei ao técnico pelo protetor de tireoide e completamente seguro de si, ele o tirou de uma gaveta. Perguntei-lhe: Por que você não me ofereceu espontaneamente? E ele respondeu: "Não sei, mas basta pedi-lo".

ABSURDO! Eles sabem, mas ao que parecem são orientados pelos patrões da “máfia médica” a não oferecerem para diminuir custos. Agora eu me pergunto: como é que eu me lembraria de pedir, se não tivesse visto aquele programa? Agora, você que esta lendo já sabe, espalhe e exija os seus direitos!

Compartilhe esta informação com suas AMIGAS e AMIGOS, peçam para que ELES também ajudem a divulgar para suas mães, irmãs, primas, esposas, namoradas, vizinhas, amigas, enfim! E que eles peçam para todos fazerem o mesmo e divulgar também pelas ruas, trabalho, etc. Quanto maior o número de pessoas informadas, principalmente mulheres, muitas vidas serão poupadas”! 

J Araújo

23 de outubro de 2015

>O Poder Legislativo não faz o que deveria ser feito

Interessante que o texto do mês de Maio de 2009 parece tão atual, nele fiz um relato dos acontecimentos daquele momento que estávamos passando. Percebi que teve apenas algumas modificações. Lá no caso do primeiro parágrafo o ano está praticamente no final e aqui estamos realmente no final. Partidos políticos esses nascem e continuam nascendo com uma facilidade, a cada nove meses (rs) tem um. No momento segundo registros no (TSE) Tribunal Superior Eleitoral temos 35 partidos políticos. Servem pra que? Alguns dizem que é pra alugar. Não sei, nunca pertenci a nenhum, mas pelo que a gente vê e ouve por aí parece ser verdade.

No segundo parágrafo com referencia ao Deputado dono de um castelo aquilo deu em nada. As operações da Polícia Federal, essas continuam cada vez mais frequentes desbaratando quadrilhas e mais quadrilhas de políticos cada vez mais organizadas. Está aí o caso da Petrobrás e todo dia aparece mais alguém envolvido que não é o trabalhador que se suja de óleo nos campos de exploração.

No terceiro parágrafo diante de tanta roubalheira alguns estão presos, por pouco tempo. Lembram-se do mensalão? Segundo as autoridades envolvidas nas apurações o que aconteceu lá significa uns trocados diante do caso Petrobrás. Não tivemos um surto de gripe suína, mas sim uma epidemia de dengue na maior parte do Brasil onde centenas de vidas foram perdidas.

No quarto parágrafo as autoridades disseram que conseguiram repatriar alguns valores para os cofres públicos que havia sido desviado. Alguns dos envolvidos resolveram de muito “boa vontade” devolverem altas quantias que estava em paraísos fiscais. A justiça pouco mudou, continua lenta. E finalizando!

No quinto e ultimo parágrafo podemos ver que os poderes continuam se chocando como meteoritos perdidos no espaço,  quando o Poder Legislativo não faz o que deveria ser feito o Poder Judiciário entra em cena. O Poder Executivo fica no meio dos dois sem ação e no momento tanto o Poder Executivo quanto o Legislativo continua desacreditado. E assim nós, homens e mulheres de fé vamos aumentando cada dia mais nossa dia nossa esperança em Deus.

 (a) J Araújo

16 de outubro de 2015

>Carga transportada de maneira irresponsável

Imagem: Arquivo pessoal
Que levante as mãos que algum dia nunca deparou com um desses rodando por aí sem se preocupar se é perigosa ou não a carga transportada por eles? Acontece que na ânsia de transportar de uma vez acaba extrapolando a capacidade de carga do veículo impróprio para esse tipo de carga. Com isso, o veículo se transforma em uma verdadeira arapuca ambulante e sai por derrubando esses enormes sacos por onde passa.

Diante das dificuldades que passa a economia a população brasileira de menor poder aquisitivo é a que mais sofre diante do desemprego que assola todas as regiões do País, principalmente aqueles subempregados, que dependem, antes de tudo, da retirada do sustento no dia a dia, e acaba e com isso, muitas vezes, colocando em risco a vida de outras pessoas com suas atitudes irresponsáveis. Suas necessidades por mais prementes que sejam não as isentas de suas responsabilidades diante dos demais cidadãos.

Uma carga transportada nessas condições de maneira irresponsáveis transitando pelas ruas movimentadas dos grandes centros urbanos acaba colocando em risco a integridade física de outras pessoas podendo acarretar em graves acidentes. Quero com isso alertar nossas autoridades, não somente de Campinas, SP responsáveis pela fiscalização do trânsito ficar mais atentas a essas irregularidades praticadas constantemente nas ruas e avenidas.

Também, devemos reconhecer, é de suma importância o serviço prestado por esses trabalhadores incansáveis que recolhem os lixos recicláveis, evitando que toneladas desses, materiais que poderiam estar sendo descartados irregularmente nas ruas e posteriormente indo pararem nos rios e lagos causando ainda mais poluição ao meio ambiente. Dessa maneira estão sendo utilizados para sustentar muita gente. Está dado o recado! 
Imagem: Arquivo pessoal

9 de outubro de 2015

>Mesmo com as provas apresentadas eles negam

Policiais militares e promotores cercam prédio da Prefeitura de Indaiatuba (Foto: João Paulo Ferreira/EPTV)
A semana começou e terminou como sempre com muitas noticias sobre a política econômica com Presidente da República Dilma Rousseff entre fogo cruzado sobre as pedaladas fiscais, como ficaram conhecidas as manobras da equipe econômica. E os fatos não param por aí. E isso já nem mexe mais com a população que já se acostumou com tantas mentiras dos nossos políticos. E um dos assuntos do momento é a acusação que recai sobre o Presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, sobre suas contas secretas em bancos suíços para lavagem e desvio de dinheiro proveniente de propinas. O mesmo jura de pés juntos que não tem nenhum envolvimento, nega veementemente, mesmo com as provas encaminhadas pelo escritório do procurador geral da Suíça Michael Lauber, para a Procuradoria Geral da República (PGR), extratos bancários, inclusive cópia do passaporte do mesmo usado para abertura das contas naquele país. 

Pra não ficar somente no plano nacional tivemos aqui na (RMC) Região Metropolitana de Campinas, na vizinha Indaiatuba, SP uma grande operação desencadeada pelo (GAECO), Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado que através de mandado de busca e apreensão esteve na casa do Prefeito Reinaldo Nogueira, (PMDB). Ele é suspeito de se beneficiar com desapropriações. Os terrenos eram comprados por empresas e outros envolvidos, e depois desapropriados pela Prefeitura por preços dezenas de vezes acima dos valores de mercado, com esse esquema, o erário público era dilapidado.

Na casa dele a polícia apreendeu  mais de 1,5 milhão em espécie entre dólares e euros; mais 400 mil em seu gabinete na Prefeitura Municipal. Mesmo com todo esse montante apreendido o prefeito nega que o dinheiro seja de origem ilícita.  A suspeita gira em torno de desapropriações feitas por parte da prefeitura por preços exorbitante onde os valores eram distribuídos entre vários participantes do esquema.
Dinheiro apreendido com o prefeito de Indaiatuba durante operação
(Foto: Reprodução EPTV)


Onde já se viu guardar tanto dinheiro em casa, principalmente, em uma época em que quadrilhas especializadas invadem condomínios de luxo para praticar roubos de joias e dinheiro. Fica a impressão que o prefeito de Indaiatuba não confia muito nas instituições financeiras, e olha que uma bolada dessa sendo usada em aplicações financeira até eu que não entendo grande coisa de economia renderia um bom dinheiro. Os políticos mentem com tanta naturalidade que nem surpreendem mais.

Em nota, o peemedebista afirmou que o dinheiro é licito e proveniente de negócios familiares, sem nenhuma relação com o Executivo. “Em relação as denuncias, o chefe do Executivo disse que as desapropriações foram feitas da “forma mais correta e transparente possível”. Segundo ele, o dinheiro encontrado na casa dele uma parte era do seu pai porque a casa do mesmo foi assaltada recentemente e a intenção era guardar os recursos com mais segurança, (com isso ele quer dizer que a casa do mesmo é mais segura que um banco). Acredite na versão do deputa e do prefeito quem quiser.
(a) J Araújo

Aproveite e dê uma olhadinha nesta página no Facebook

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...