.


26 de agosto de 2016

>Mensagem para refletir

Sabe qual é a ironia da vida”? É ter pressa para crescer e, depois, suspirar pela infância que já passou! É perder a saúde, para ter dinheiro e, depois, perder dinheiro para ter saúde! É pensar ansiosamente no futuro e esquecer o presente e, mesmo assim, não viver nem o presente e nem o futuro!

É viver, como se nunca fôssemos morrer e morrer, sem nunca ter vivido! A vida é feita destas contradições. A palavra vida tem uma letra *V*, no inicio, o resto é ‘ida’. Desfrute do presente e da companhia de quem te faz feliz! O amanhecer é a parte mais bonita do dia, porque é quando Deus te diz: Levanta-te!

Presenteio-te com outra oportunidade de viver e de começar, novamente. “Os dias bons te dão felicidade, os dias ruins te dão experiência, as tentativas te mantêm forte, as provas te mantêm humano, as quedas te mantêm humilde, mas, somente DEUS te mantém de pé”!

Então a vida não depende de você, mas de Deus. Você pode ter muitos planos, mas, sem Deus eles não saem do papel. Muitos são os planos no coração do homem, mas o que prevalece é o propósito do Senhor (Pv 19:21)

19 de agosto de 2016

>Na falta de assunto

Arquivo pessoal
Na direção dessa carga perigosa, nesse cai não cai, deve estar alguém que pensa, ama, briga, chora, grita, mas também cala.  E fica sem saber o que dizer quando o silencio ganha o espaço das palavras nesse mundo agitado. 

Já dizia o poeta que “o silencio vale mais que mil palavras”. Quando você não tiver nada o que dizer, escreve.  Aí você pode até perguntar:  , mas, escrever sobre o que?  

Aí uma boa pergunta,  escreve sobre a falta de assunto. Já falei e escrevi sobre o amor e o desamor, já falei e escrevi sobre a esperança, sobre a saudade.  Principalmente, sobre a saudade. No momento vou escrever sobre a falta de assunto, sobre o nada.

Mas o nada se torna alguma coisa a partir do momento  que passamos a dar importância a ele. Pensei em falar das coisas da roça, do sítio, parei pra pensar descobri que já tinha falado sobre isso. Pensei em falar dos rios, das matas e da poluição em que vivemos. Descobri também já falei de tudo um pouco sobre essas coisas.
  
Quis falar da cidade e seus políticos, também já havia falado. Aí pensei, vou falar da minha e da cidade, rememorando já tinha falado não só da minha, mas também da cidade dos outros varias vezes. Pensei, pensei e descobri que na verdade eu não tinha nada de importante para escrever.

Pra dizer a verdade, eu tinha as palavras, mas as palavras não saiam, estavam entaladas na garganta. Percebi que estou sentindo um vazio verbal, hum! E agora, é verbal ou gramatical? Se for gramatical estou com fome de letras, o estomago está  cheio de alimentos, mas a alma anseia para gritar e o grito dos que calam são as palavras escritas, então resolvi que a partir de agora passo a valorizar o nada e assim e o nada passa a ser alguma coisa pra mim.

Peço a compreensão dos leitores, sei que não merece essa minha falta de assunto. E, na falta dele, o melhor a fazer é discutir como encarar o silencio que fala dentro de cada um nós mesmos sem sabermos como libera-lo e compartilhar com alguém.
(a) J Araújo

12 de agosto de 2016

>Qual o limite de pelos de roedores e fragmentos de insetos é permitido


Apesar de estarmos em pleno século 21, com a tecnologia fazendo coisas que, muitas vezes, nem acreditamos ser verdade, mais que de repente vem a (ANVISA), Agencia Nacional de Vigilância Sanitária, órgão máximo de vigilância em saúde no país, dizendo que proibiu, há alguns dias a venda e distribuição em todo país de quatro lotes de cinco marcas diferentes de extrato de tomate das seguintes marcas: Amorita, Aro, Elefante, Predilecta e Pomarola. Veja a política da agencia. 

Após um laudo detectar pelos de roedor acima do limite máximo de tolerância em molhos, polpas e extratos de tomate e ketchup, por exemplo, o consumidor pode ingerir, sem saber, pedacinhos de insetos e de pelos de roedores, desde que não ultrapasse os limites permitidos pela agencia. Nesse caso, o limite tolerado pela referida agencia é de até dez fragmentos de insetos ou fragmentos de pelo de roedor para cada cem gramas de produto consumido. 

É isso mesmo que você leu. Limite máximo permitido de tolerância. Isso é uma verdadeira afronta a nós brasileiros, dizer que tem um determinado limite de porcaria permitido seja pelos ou qualquer outra coisa. Segundo a ANVISA, é considerado um item estranho qualquer material que não faça parte da composição do alimento e que possa estar associado a condições inadequadas de produção, manipulação, armazenamento ou distribuição.

E a vigilância vem e diz, como se fosse uma receita, que o limite é: um fragmento de pelo para cada 100 gramas, absurdo isso. Em minha opinião em se tratando de alimentos a tolerância devia ser zero.

A agência com isso está dizendo que se nós acharmos um pelo, não importa se de roedor ou não, nem ao menos temos o direito de reclamar, está dentro do limite de tolerância. Isso é brincar com a nossa saúde. Agora cabe a nós consumidores a escolha de tolerância a esse índice aceito pela ANVISA? De maneira alguma! E a essas marcas banir elas de nossas dispensas.
(a) J Araújo

5 de agosto de 2016

>O veneno e o brilho


Resultado de imagem para cobras   Resultado de imagem para vagalume
O que tem de cobras nos perseguindo não é brincadeira!

Conta-se uma lenda, que uma serpente começou a perseguir um vaga-lume.

O vaga-lume fugiu um dia e a cobra não desistia,
Veio o segundo e o terceiro dia e nada da cobra desistir...

No terceiro dia, já sem forças, o vaga-lume parou e disse para a cobra:

- Posso lhe fazer três perguntas?

- A cobra disse claro que pode.

- Faço parte da tua cadeia alimentar?

- Não! A cobra respondeu.

O vaga-lume disse:
- Eu te fiz algum mal?

- Não! Você não me fez mal algum; respondeu a cobra.
- Então, por que você quer acabar comigo?

E a serpente respondeu:

- Por que não suporto ver você brilhar...

 “Pense nisso”!

Infelizmente, a qualquer momento, uma cobra pode cruzar nosso caminho. Esteja sempre alerta, pois o que não faltam são as serpentes querendo nos atrapalhar!


Mas, não tenha medo! Não fuja! Brilhe sempre, cada vez com mais intensidade mesmo que você esteja cercado de cobras!


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...