.


4 de novembro de 2016

>Os vândalos andam a solta

Arquivo pessoal
Nós sabemos que os pichadores estão em todos os lugares. Eles não perdoam nada, por onde quer que se olhe encontramos suas marcas. São como porcos, que me desculpem os porcos, pois eles pelo menos já nasceram porcos. E os pichadores não!

Porém, por onde eles passam vemos suas fuçadas e não nasceram porcos. Um exemplo disso é este prédio, uma construção em área pública; faz parte de uma praça de esporte, campo de futebol, em uma região carente da cidade. Ao que tudo indica deve ser banheiros e vestiários para uso comum.

Mas, dá uma olhada a situação em que se encontra o imóvel, todo pichado por vândalos, que devem ter na cabeça o mesmo que tem o camarão. Isso é inaceitável, os estragos causados por esses indivíduos nos deixam a pensar que tipo de pessoa é capaz de fazer uma coisa dessas?

Para resolver o problema o poder público vai ter de gastar dinheiro que poderia ser utilizado para outras finalidades. Falta educação para esse tipo de pessoa, não a educação que você pode estar imaginando. Uma escola onde esses indivíduos, com certeza já sentaram em um banco escolar, mas a educação de berço que nenhuma escola pode ensinar. Essa educação vem dos pais desde que somos muito pequenos. Pois tem um ditado que diz: "Educação e respeito não se adquire em nenhuma universidade”.

Em Campinas, SP, o município se armou da Lei 15.111  para combater essa praga, porém até agora não vi resultado prático na execução da mesma, que diz em seu artigo 1º, “Fica instituída a pena de multa para quem for flagrado causando dano ao patrimônio público ou particular”. Não adianta leis, se não houver a efetiva fiscalização e aplicação das mesmas; se tem e não é aplicada fica caracterizada a impunidade.
(a) J Araújo

4 comentários:

  1. Uma pena isso.Por aqui também se dão ao trabalho de estragar casas e prédios lindos, apenas restaurados... Pena! abraços, chica e lindo fds!

    ResponderExcluir
  2. Caro amigo J Araujo, os porcos executam uma função definida pela criação, o que me leva a crer, que chamar essa gente de porco é um elogio grandioso. Realmente, educação não se compra na farmácia, também não comungo o engano que alguns cometem, inclusive gente esclarecida - pelo menos entre aspas - quando dizem que os contramão são vítimas sociais. Você está coberto de razão: educação vem de berço, vem da família. Não procureis fora a riqueza que está dentro de casa.
    Um abração. Tenhas um bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  3. Boa noite!
    O pior é as mortes do alto de prédios... ainda sinto pena, coitados!
    Vi na Europa, lindos grafites e que adornam muito todo lugar...
    Abraços fraternos

    ResponderExcluir
  4. Por cá, também se vê muito este género de vandalismo... E nem os monumentos históricos escapam...
    Não sei que prazer têm as pessoas em destruir... Por estes lados, paragens de autocarro, então... são uma constante... feitas em placas de acrílico... e frequentemente estilhaçadas, ficando as pessoas ao frio e vento na paragem aguradando transporte...
    Uma pena!!!! E contudo, quem sabe fazer grafittis, à séria... por vezes deixa trabalhos lindos... ainda se fosse o caso... de deixar algo lindo para outros apreciarem...
    Aqui em Odivelas, próximo das Piscinas Municipais, havia murais lindos, com uma série de trabalhos efectuados em graffitis e em vários estilos... até esses, presentemente estão vandalizados, quase todos...
    Não dá para entender, o prazer doentio, que se retira, em destruir coisas...
    Um post bem pertinente, como sempre por aqui, para nos obrigar a reflectir...
    Um grande abraço! Bom fim de semana!
    Ana

    ResponderExcluir

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog.

Este espaço presa pelo respeito às diversidades, porém, se mantém o direito de não publicar opiniões que venham a ofender a honra de qualquer pessoa.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O blog, Serra de Minas, poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...